Como lidar com fornecedores? 7 sugestões para aperfeiçoar a comunicação com seus parceiros

Autor(a):

Seja em pequenas ou grandes empresas, saber como lidar com fornecedores é a base fundamental para a boa duração de um negócio. Afinal de contas, o custo dos produtos não é o único fator que deve ser considerado antes de fechar parceria, uma conversa clara sobre todo o processo de compra faz diferença na hora de se relacionar com os parceiros.

Um dos grandes problemas que acomete a comunicação entre empresas e os fornecedores é a falta de alinhamento institucional. Em muitos casos, a relação comercial é focada apenas em preços e prazos, no entanto, nem todo produto ou serviço barato é o que entrega a melhor qualidade.

Por essa razão, a precificação deve ser apenas uma ponta para o relacionamento duradouro com os fornecedores. Uma vez definida a negociação, os próximos passos seguem em fluxo saudável.

Mas como lidar com fornecedores de modo que contribua para o bem da empresa? Ao longo deste artigo listamos sete dicas para alinhar esse processo. Continue com a gente e boa leitura!

7 maneiras de como lidar com fornecedores 

Saber como lidar com os fornecedores não é uma prática difícil, a menos que sua empresa não esteja mais contente com o seu serviço. Mesmo assim, é possível rever o quadro com boas práticas de otimização de relacionamento. São elas:

1. Busque uma comunicação direta com o fornecedor

Em primeiro lugar, o fornecedor deve entender que a relação com a sua empresa é uma parceria, e que não está lidando com um simples cliente. Isso significa que, quanto mais clara e direta for a comunicação entre vocês, melhor será para os negócios.

Sendo assim, é importante que o contato entre vocês seja direto, sem a intermediação de atendentes, secretários ou funcionários, isso despenderá de muito tempo para solucionar um problema em situação emergencial, por exemplo.

2. Invista na transparência

Lembra-se de quando falamos sobre parceria? Saber como lidar com fornecedores é buscar transparência como ponto focal no relacionamento.

Isso significa que ele deve ter a mesma entrega que você, não deixando rastros de dúvida durante a conversa.

Desse modo, você terá mais flexibilidade para tomar decisões sem envolver seus colaboradores que precisam do produto fornecido para efetivar as demandas de trabalho.

3. Exija clareza na formação do contrato

O contrato é o firmamento da relação de trabalho, por isso, é fundamental ler o documento minuciosamente. Não deixe de tirar qualquer dúvida durante o processo de negociação, isso é um modelo de como lidar com fornecedores.

Outro ponto importante é que assinar ocontrato com um fornecedor internacional exige cautela. Isso porque ainda existe complexidade de importação quando se trata de aspectos legais e burocráticos para a entrada e saída de produtos do País.

Por isso, apesar de ser muitas vezes mais barato, importar exige uma preparação maior do seu negócio. 

4. Invista em uma carteira diversificada de fornecedores

Embora você tenha fornecedores responsáveis e com anos de parceria, é importante ampliar a sua carteira de contatos, pois imprevistos acontecem e ter vários contatos podem socorrê-lo em um momento complicado.

Logo, além do fornecedor principal, tenha um plano B e C, pois caso o primeiro não possa realizar a entrega de produtos dentro do prazo estipulado, as outras opções podem estar disponíveis emergencialmente.

Nesse sentido, é importante você ter um cadastro de fornecedores eficiente.

Na listagem deve constar todos os tipos de dados para controle e monitoramento do relacionamento entre o contratante e o fornecedor, assegurando transparência e qualidade.

A Linkana, plataforma responsável por otimização e gestão de fornecedores, por exemplo, oferece recursos otimizados para fazer o cadastro de fornecedores e manter o registro com alto nível de segurança.

Assim, facilita saber quem são os parceiros mais adequados para atender as demandas em situações diferentes.

5. Acompanhe os indicadores de desempenho (KPI)

Os indicadores de desempenho são recursos indispensáveis para a avaliação dos fornecedores.

Os KPI para compras, que envolvem aproveitamento, prazo, preço e lead time, possibilitam que você identifique os melhores profissionais do mercado.

A prática de análise dos fornecedores tende a preservar a qualidade da cadeia de suprimentos e mitigar riscos.

6. Use a tecnologia a seu favor

A modernidade trouxe um elemento essencial para a cadeia de suprimentos. Hoje existem ferramentas de gestão de fornecedores que automatizam as consultas de compliance e governança corporativa, reduzindo a burocracia nos processos de qualificação.

Dessa maneira, o status e a performance dos pedidos ficam mais claros, fortalecendo a maneira de como lidar com fornecedores.

7. Valorize os melhores fornecedores

Qual profissional não gosta de ser reconhecido? Isso equivale para os fornecedores, parceiros da sua empresa. Valorizar o prestador de serviço pode ser com palavras positivas, premiações e renovações antecipadas de contrato.

Certamente ele vai se esforçar ainda mais para seguir trabalhando com você. 

Assista a este vídeo e saiba mais como se relacionar bem com os fornecedores:

Desenvolva o hábito de lidar bem com os fornecedores

Percebeu como é importante saber como lidar com fornecedores? Existem diversas maneiras para colocar isso em prática, como citamos ao longo do artigo. Afinal de contas, o relacionamento com os parceiros é imprescindível na gestão das empresas, e, por isso, não pode ser esquecido.

Desenvolva as nossas dicas para aperfeiçoar a comunicação com os fornecedores e evoluir no seu processo de vendas.

Este post foi escrito especialmente para o blog XXX e é uma iniciativa da Linkana de apresentar formas de como lidar com os fornecedores

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

dezoito − doze =