Eleito o melhor estimulante

Autor(a):

tribulus terrestris é o nome de uma substância encontrar em uma planta que dá frutos. Essa planta repleta de espinhos afiadíssimos e flores amarelada, já foi chamada de muitos nomes: “erva do diabo”, “caltrop”, “cabeça de cabra” e “trepadeira”. O tribulus é um componente essencial para os músculos.

Devido aos resultados surpreendentes que foram percebidos no óxido nítrico no corpo, ao consumir essa substância, muitos fisiculturistas e praticantes de musculação fazem o uso dessa erva como suplemento antes do treino.

Hoje iremos ressaltar inúmeros benefícios e os pouquíssimos efeitos colaterais (em especial para gestantes e diabéticos), que serão evidenciados nesse texto.

O Tribulus Terrestris também é utilizado durante o ciclo de perca de gordura e ganho de volume muscular, por causa dos efeitos positivos agregado na testosterona e na massa corporal magra (sobre o qual falaremos abaixo).

O Tribulus Terrestris é encontrado no Mediterrâneo, oeste dos Estados Unidos ou em locais com climas semelhantes, como China e Vietnã.

De qualquer forma, existem algumas regiões específicas no planeta terra, onde o existe uma maior presença de saponinas, assim como todos os outros nutrientes essenciais, proporcionando assim uma combinação ainda maior em questões de potencialidade, nas regiões da Turquia, Bulgária e Macedônia.

O extrato de Tribulus Terrestris é utilizado para criar esse suplemento nutricional, para que você receba altos níveis de saponinas esteroides, que podem ser encontrados naturalmente nessa planta.

Por muitos anos o Tribulus Terristris foi considerado uma planta afrodisíaca, utilizada para fins como o aumento do desempenho sexual, porém como tudo aquilo que melhora o desempenho sexual, também melhora o fluxo sanguíneo o aumento da testosterona, não há como negar os inúmeros benefícios que também irão agregar em uma melhora no desempenho atlético.

Como consequência, melhorando também o sistema cardíaco, respiratória e circulatório.

Porém o que ressalta a importância da substância dessa planta no desempenho físico é a presença de algumas saponinas como a protodioscina esteroidal.

Em alguns estudos realizados por pesquisadores da Lituânia, alguns atletas receberam durante 3 vezes ao dia, apenas 40% dessa saponina (presente em uma dosagem comum de 625 mg de tribulus terristris) e segundo essa pesquisa, foi descoberto um aumento significativo e natural da testosterona circulante no organismo, durante os 10 primeiros dias dessa pesquisa.

Segundo essa pesquisa, foi constatado que o Tribulus auxilia no aumento dos níveis do hormônio luteinizante, tanto em homens como em mulheres. O principal hormônio responsável pela criação da testosterona, tanto nos homens assim como nas mulheres através do estrogênio.

Um outro fator positivo é que o Tribulus também interage com glicose no sangue, diminuindo o seu nível e criando uma boa resposta no organismo que também colabora no aumento da testosterona.

Uma outra descoberta interessante a respeito do tribulus, é que essa erva pode ajudar o corpo a voltar a produção natural da testosterona, em casos onde devido ao excesso de testosterona no corpo, (devido a utilização sintético de testosterona externa) como medida regulatória acaba sendo paralisada a sua produção.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

três × cinco =