Planilha para cálculo de venda e precificação de produtos: como funciona

Autor(a):

Uma planilha para cálculo de venda é uma ferramenta inestimável no dia a dia administrativo de qualquer empresa, não importa o tamanho. Isso porque, com ela, é possível gerir de forma completa e segura todos os gastos e fatores diversos que compõem o preço do produto que será posto à venda.

Também conhecida como precificação, essa prática é extremamente complexa e fundamental para saúde financeira e sucesso de qualquer negócio. 

Afinal, no processo, o gestor precisa lidar com inúmeras variáveis até chegar ao equilíbrio perfeito entre um valor justo para os clientes e algo que possa conter as despesas e também gerar lucros para a companhia.

Portanto, não se engane, definir preços vai muito além do que etiquetar preço sem critérios precisos e objetivos.

E, nessa jornada, contar com uma boa ferramenta, como uma planilha de cálculo para venda, pode ser o pulo do gato para otimizar a sua gestão financeira. 

Quer entender melhor como funciona a precificação e como uma planilha pode te ajudar? Leia o conteúdo até o fim!

Por que ter uma planilha para cálculo de venda?

São muitas as variáveis e fatores que podem interferir direta ou indiretamente no preço que o produto terá na prateleira física ou no catálogo online de sua loja. E encontrar o equilíbrio perfeito diante desse cenário complexo é um trabalho que exige tempo, paciência e visão estratégica.

Não por acaso o preço é designado como um dos quatros Ps do marketing, segundo a tradicional definição do teórico Philip Kotler. 

Assim como a praça, o produto e a promoção, eles são elementos imprescindíveis para qualquer estratégia de marketing que busque garantir presença de mercado, boa margem de lucros e saúde financeira para qualquer negócio.

Dentre os vários fatores que devem ser levados em consideração na horar fazer a precificação da venda de produto, podemos destacar os seguintes:

  • tributação;
  • custos e despesas;
  • margem de lucro;
  • época do ano
  • concorrência;
  • valor agregado;
  • e vários outros fatores.

Por exemplo, até a conta de energia e de água devem ser levadas em consideração na hora de medir o preço. Ou, para ficar em outro fator que pode ser esquecido pela maioria dos empreendedores, aspectos promocionais inseridos dentro de uma estratégia à longo prazo também podem interferir no preço.

Por exemplo, é comum vermos empresas abusando de descontos como medida para chamar a atenção do público e ganhar força no mercado, mesmo que isso não gere lucros logo de cara. Entretanto, esse tipo de estratégia só deve ser executada quando ela foi bem pensada e com o intuito de ser alterada no longo prazo.

O fato é que, para lidar com tantas variáveis, uma ferramenta que ajude a organizar todos esses aspectos de forma visual e gerível torna-se essencial. É aqui que começamos a enxergar a importância de contar com uma planilha para cálculo de venda.

Como usar uma planilha para calcular preço de produtos?

Em virtude de todos os obstáculos listados acima, dá para dizer sem pestanejar ter uma planilha para cálculo de venda como aliado no seu cotidiano administrativo vale todo o esforço, recursos e tempo perdido utilizá-la na precificação.

Com ela, é possível fazer uma gestão financeira bem mais confiável e levar o preço mais justo possível para seus clientes e, por outro lado, também garantindo as condições mínimas para manutenção operacional e o lucro.

Diante disso, você pode montar sua planilha de forma personalizada e bastante intuitiva. De forma simples, basta enumerar em uma coluna do Excel o somatório de todos os fatores reais que interferem no preço de alguma forma.

Para deixar ainda mais organizado, você pode separar as colunas em despesas diretas, como gasto com fornecedores, e indiretas, como luz e energia.

Ou então, caso você queira trabalhar com um material já pronto para otimizar seus processos, há disponível uma planilha de precificação gratuita na qual você precisa preencher detalhes mínimos sobre seus operacional para, em troca, obter o máximo de insights possíveis.

Basta preencher algumas informações básicas para que você chegue a conclusões relativas à:

  • capacidade produtiva do seu negócio;
  • somatório de todos os custos envolvidos até o produto chegar ao cliente;
  • e, assim, encontrar o melhor preço possível.

Portanto, não perca tempo e saiba utilizar todos os recursos disponíveis para otimizar ao máximo a eficiência operacional e a saúde financeira da sua empresa! Até a próxima!Este post foi escrito pela equipe do olist, uma solução completa para lojas que querem vender online de forma prática e profissional. Com milhares de lojas parceiras em mais de 180 países, o olist tem ferramentas que facilitam a criação de loja virtual, a venda em marketplaces e a operação logística no e-commerce. Conheça o olist.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

dez − nove =